segunda-feira, 4 de julho de 2016

EMOCIONANTE!!


"Para ser feliz curta o lance de viver"


 PARA SER FELIZ, CURTA O  LANCE DE VIVER


Certa vez, um paciente me falou que queria parar de tomar todos os seus remédios, pois estava cansado de engolir diariamente os comprimidos da pressão alta, do diabetes, do colesterol e do hipotireoidismo. Após explicar-lhe a importância de seguir o seu tratamento, perguntei por que ele estava pensando nisso. “É difícil ser feliz com tantos problemas”, ele me respondeu.
Na minha profissão, tratei cólica renal e infarto do coração. Atendi gente que levou picada de cobra e tiro de arma de fogo. Dei remédio pra enxaqueca e dor de barriga. E, de todos os males que presenciei, o maior deles — a mais insuportável dor — foi a tristeza.
Sei que é difícil encontrar a sonhada felicidade em dias tão confusos. Nessas manhãs em que chegam notícias de mortes, pobreza e corrupção. Nas noites que dormem em desalento, silêncio e escuridão. Então me lembro de Rubem Alves: “Ostra feliz não faz pérola. Ostra pra fazer pérola tem que ter um grão de areia dentro dela. O grão de areia faz a ostra sofrer e a ostra faz a pérola pra deixar de sofrer”.
Perder a vontade de sorrir para a vida é anoitecer sem luar. É um jardim de flores secas e expectativas mortas. É estar em frente ao abismo e se render a ele — você deixa de resistir e pula no buraco da alma. Quem perde a esperança é porque tem um furúnculo de mazelas inflamado no peito.
Quando estamos o tempo todo insatisfeitos com a vida, não prestamos atenção ao que realmente importa. Fechamos os olhos ao carinho de quem está perto e nos afastamos da saudade de quem está longe. Deixamos de sentir o perfume das flores novas que insistem em nascer na janela de nossos olhos — apesar da dor. E esquecemos que ainda podemos produzir nossas próprias pérolas.
O que é felicidade para você? Para Rubem Alves, “felicidade é recuperar a coisa amada que tinha sido perdida”. Para Nietzsche, “quem tem uma razão de viver é capaz de suportar qualquer coisa”.
Quando fico triste, mantenho em mim a emoção de continuar me encantando ao ouvir “Over The Rainbow” na voz de Judy Garland: em algum lugar além do arco-íris, onde os céus são azuis, os problemas se derretem como gotas de limão e os sonhos que ouso sonhar realmente se tornam realidade.
Talvez, a felicidade seja um pouco disso tudo mesmo. É lavar o sofrimento todos os dias. Com a ferida aberta em seu coração, você se permitirá sentir alegria — mesmo na dor. Afinal, para ser feliz basta curtir esse lance imprevisível de viver.
   POR REBECA BEDONE

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Estamos Entrando de Férias Criançada

A educação nas férias pode ser convertida em atividades Lúdicas educativas e recreativas
vale a pena uma pesquisa e vale a pena por em prática a idéia de educar brincando.

#ficaadica

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Quem ama a Deus não tem preconceito!

É a Escola que forma o cidadão, não ensinamos política partidária, mas lutamos contra todas as formas de preconceito. A homofobia não pode ser ignorada, a violência contra as mulheres, o racismo etc...A escola deve assumir esse papel de formar pessoas melhores que amem aos outros e a si mesmos.

sexta-feira, 10 de junho de 2016

.Força tríplice da vida: Amor,trabalho e fé.

                                                    As crianças tornam o amor visível!

.As crianças tem o poder de fazer da nossa vida, uma música serena e alegre!

https://www.youtube.com/watch?v=u3ndkXLRUQkEnquanto adultos ressentidos destilam veneno, as crianças cantam e brincam como anjos.

O trabalho de um professor não é amargo porque ele trabalha com a doçura de uma criança.

Aprendamos com as crianças a pular os obstáculos com alegria.

Transformemos as dificuldades de sala de aula em oportunidade de crescimento pessoal e profissional!

Amamos aquilo que fazemos no nosso dia a dia : fazer crianças felizes!

.A união faz a força e a força nos faz imbatíveis.


Tenha altas expectativas a respeito de seus alunos!

Escola um lugar onde não deve faltar gente qualificada, focada e comprometida com o futuro das crianças.

Viva a arte de acreditar na criança!

Apesar de nem todos os alunos serem perfeitos como desejamos, acredite no potencial de cada um!

Amamos verdadeiramente a vida quando somos capazes de sonhar.



Para uma vida integral e plena é preciso renovar as esperanças e sonhar com dias melhores. 

sábado, 4 de junho de 2016

"Pior que errar é não querer mudar"



TODA MUDANÇA, REQUER ATENÇÃO, VONTADE E FÉ, POIS QUANDO VOCÊ DIZ “EU POSSO” COMEÇOU A PODER!
A profissão de professor requer, antes de tudo, que entendamos de gente. Entender o que os alunos querem e dar a eles o que esperam de nós. E sabe o que mais desejam? É que ensinemos com maestria, que saibamos aproveitar bem essa inesgotável energia que eles tem.
A energia que traz felicidade, exige mudança. Portanto, necessitamos de adaptações a cada novo caminho e aqueles que não conseguem mudar as suas mentes não conseguem mudar as ações e atitudes de seus liderados.Uma mudança de direção é um processo penoso, mas necessário na vida daquele que busca sempre o aperfeiçoamento.



terça-feira, 31 de maio de 2016

O que é observar?



O projeto TIM FAZ Ciência propõe que para fazer Ciência, precisamos ultrapassar esse limite do olhar e ir além, devemos "notar" , "pensar" e "questionar" o objeto em questão!
Observar é refletir esquematicamente sobre determinado assunto usando a sabedoria ou percepção. Quando usamos a sabedoria, fazemos observações sobre determinado assunto e quando usamos a percepção,  observamos minunciosamente tudo que ocorre no ambiente em que vivemos, descobrimos as causas e propomos soluções para os problemas.  
 Assim iniciamos o caderno observar do projeto com histórias, jogos, experiências, produção textual etc...As crianças participaram com prazer porque as atividades são diversificadas e muito interessantes.

TIM Faz Ciência

 


Relatos e fotos do percurso Observar na Escola Municipal Autran Nunes

                                               Contando a História
Nos questionamentos sobre a história,as crianças queriam entender porque Zé sempre andava de cabeça baixa e não saía de casa, durante a semana. Alguns acharam que talvez fosse doente ou muito triste. Depois chegaram a conclusão de que ele saudável, já que aos domingos ia buscar o leite. E como a vida de Zé mudou depois que ele se apaixonou por  Doroteia! Começou observando a si mesmo,o caminho, as árvores e suas flores e encontrou um novo sentido para sua vida.          
                                                      Lições 
Observar é muito importante para aprender. Alguém me perguntou porque Zé não ficou com Doroteia, pedi ajuda as outras crianças e uma falou que não é conto de fadas. Zé possivelmente tornou-se biólogo. 
                                              Hipóteses sobre o Recreio
Resumindo os 6 grupos diziam que havia muita correria, gritaria, esbarrões,futebol...
                                                      Relatos
Ao voltar da observação foram escrever sobre o que viram. Havia coisas que aconteciam no recreio que nunca tinham visto, como um espaço com brinquedos só para o 1º ano,mesas com jogos de xadrez e dama, uma sala de TV , corda, elástico... 
Antes só percebiam a si mesmos e as brincadeiras dos maiores,que são mais agitadas, como uma chamada, homem pega mulher, onde um corre atrás do outro, ao pegar leva para uma prisão a força. Geralmente termina com confusão. Perceberam que há muitas outras opções de brincadeiras.Notaram que crianças especiais, não são incluídas na brincadeiras.Perguntaram a uma criança com síndrome de Down,porque não brincava e ela disse que todas as brincadeiras eram "bestas" ou seja sem graça. Possivelmente, teremos que encontrar uma maneira de incluir com muita naturalidade tais crianças nas brincadeiras.Durante o intervalo algumas crianças sentem-se mais a vontade para praticar o Bullyng por brincadeira.
Depois que terminou o recreio, 2 alunos entrevistaram a diretora e perguntaram qual o maior problema do recreio e ela resumiu dizendo ser o comportamento de alguns alunos e que muitos se habituam a um único tipo de brincadeira e não veem as outras opções que lhes é oferecido.

                                            O que as crianças decidiram 

1)  Fazer um cartaz com combinados do recreio.

- Brincar somente depois de merendar.
- Não correr demais.
- Devolver pratos e talheres após o lanche
- Evitar brincadeiras de mau gosto
- Lavar as mãos antes do lanche.
- Jogar lixo na lixeira.
- Entrar e sair da sala em fila.
- Guardar os jogos depois de usá-los.

 2)   Realizar o Copa Recreio TIM FAZ Ciência.
Turma X turma para o encerramento do projeto.

 3)  Campanha de combate ao Bullyng no recreio, vão fazer desenhos,frases e poemas para exposição.
 4 ) Expor as fotos do recreio para que os demais possam também observar outras brincadeiras.
 
                                                 Débora Gomes Dias Félix       
                                                Professora do 5° ano A   Turno: tarde 

OLIMPÍADAS 2016!

http://valdinere123.blogspot.com.br/2016/05/olimpiadas-2016.html

Estamos em contagem regressiva para o início das olimpíadas, tema que deve sim ser abordado em todas as escolas do país.Compartilho com vocês o link deste blog educacional maravilhoso, feito com muito profissionalismo e dedicação em prol da Educação, 

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Segredo da boa convivência: silêncio , tolerância e bondade nas medida certa..




Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores.


                                                                                                        Khalil Gibran

Mário Quintana: Pense!


Possibilidades das Diferenças


A carta de um autista.


Autistas têm capacidade de superar seus próprios limites.

                                          "Amar é superar-se." (Oscar Wilde)

O autista sofre muito, ao sentir que os outros o acham inadequado. Respeitar seu jeito único de ser, sua forma de amar, sem criticar, idealizar, julgar, condenar, é a única forma de ajudá-los a superar seus próprios limites

Marcos Mion e o filho Romeo, regidos pelo amor incondicional.

Tópicos sobre o tema: Inclusão na sala de aula.




Letra da Música: Natureza Distraída
Composição: Toquinho / Elifas Andreatto

Como as plantas somos seres vivos,
Como as plantas temos que crescer.
Como elas, precisamos de muito carinho,
De sol, de amor, de ar pra sobreviver.

Quando a natureza distraída
Fere a flor ou um embrião,
O ser humano, mais que as flores,

Precisa na vida
De muito afeto e toda compreensão.

Apresentação e discussão sobre o tema Inclusão na sala de aula

- Colocar a música (Sugestão: Natureza Distraída - Toquinho). Pedir que os alunos ouçam a música com atenção e logo após abrir discussão a cerca das interpretações de cada um sobre a música em relação ao tema proposto;

- Exposição sobre o tema com esclarecimento de conceitos e aspectos que envolvem a inclusão, tais como:
- As crianças especiais têm muito a nos ensinar sobre superar as dificuldades sem reclamar e com um sorriso no rosto: 
- Essa convivência é um desafio diário e deve ser encarado com muita positividade. Elas não precisam de um olhar de pena e sim mais naturalidade , carinho e compreensão.  Trate-as assim, e você verá que elas são agradecidas, extremamente carinhosas, julgam com os olhos do amor e seu silêncio não é um incômodo. 

domingo, 29 de maio de 2016

Eu amo um anjo autista!


SINTOMAS DO AUTISMO


"Atualmente, a única certeza que temos em relação ao autismo é que  o diagnóstico precoce e a intervenção especializada são a chave para o melhor prognóstico. Por isso, aos 3 anos o diagnóstico torna-se obrigatório, para não permitirmos que o autismo avance e atrapalhe o desenvolvimento da criança!!"

Sintomas frequentes:

  Dificuldade em aceitar ou se aderir às brincadeiras das outras crianças, com tendência
a brincar sozinho e à sua maneira;

 Brincadeira repetitiva, pois ocorre  ausência do jogo simbólico e imaginário, com
repertório de brincadeiras  restritas, sendo os brinquedos mais atrativos, os que produzem
sonoridades, movimento, luzes ou sensações , tais como:   
               
brinquedos de causa e efeito (giram, piscam luzes, tocam musiquinhas,
pular, correr, escorregar, se esconder
objetos que possam enfileirar ou empilhar
celulares , tablet, TV
   
  Fixações com algum objeto ou brinquedo: bola, carrinho, personagem, legos,..

• A fala,  se estiver presente, se apresenta com pouca espontaneidade, num formato de repetição,
com pouca funcionalidade para desenvolver diálogos ;

• Caso a fala ainda não tenha se desenvolvido, tendem a  se comunicar através da ação de puxar a mão do adulto para o que deseja.

 Capacidade de compreensão encontra-se limitada;

 Possuem falta de noção de situações perigosas, tais como: ir com estranhos, atravessar rua, ..
ou possuem medos infundados e exagerados ;

• Maneirismo motores podem estar presentes: andar na ponta dos pés, balanceios, abanar das
mãos, rodopios,..

• Podem mostrar relativa capacidade para manuseio de atividades viso-motoras como quebra
cabeças e encaixes;

• Comportamento alterado (birras ou agressividade) podem estar presentes nos momentos de
contrariedade;


• Podem aparecer preferências exageradas por água, luzes, movimentos e em contrapartida
ocorrem aversão à sensação de cortar a unha, cabelos, texturas nas mãos/pés,  alimentos ou outro estímulo de natureza sensorial.


Caso a criança possua alguns destes sintomas , os pais deverão procurar ajuda de profissional especializado o mais breve possível!! Quanto mais cedo acontecer a estimulação melhor será o desenvolvimento da criança.

DIGA NÃO A INJUSTIÇA!!!


ATROCIDADES DE CADA DIA.
Uma adolescente estuprada por dezenas de homens maus. Gays que levam surra pelo simples motivo de serem homossexuais. Muitas mulheres  apanham de companheiros tiranos e possessivos e outras tantas morrem na mão de seus algozes.  Idosos são maltratados pela família ou por cuidadores porque perderam a sua serventia. Crianças torturadas e até mortas porque choram e incomodam adultos. Negros discriminados e insultados por causa de sua cor...
Não pertencem a raça humana aqueles que assim agem, matam ou ferem a dignidade daqueles que não podem se defender. São verdadeiras bestas-feras. Bichos desprovidos de raciocínio, que ignoram a dor alheia porque não tem afeto ou sensibilidade pelo outro.
Selvagens, atacam sorrateiramente suas vítimas e depois encontram conforto na consciência, culpando- as.Truculentos e inescrupulosos,que  culpabilizam as vítimas. Por que agem assim? Por que impera neste país uma cultura machista, uma religiosidade sem espiritualidade, a morosidade da justiça, uma impunidade absurda.Marginais atacam o mais fraco à luz do dia, porque sabem que nunca sentirão nem um terço da dor que causaram às suas vítimas.
Não precisamos de discursos genéricos e ocos de autoridades e políticos, precisamos de políticas públicas nas áreas de educação e saúde,que atuem como mecanismo de transformação da sociedade. Precisamos de leis mais severas pra punir criminosos.
Precisamos de um povo que não se acovarde diante da  injustiça, que não se cale, que denuncie a violência, que não tenha medo. A sociedade precisa dar um BASTA , chega de impunidade, não suportamos mais.

Participe da Campanha de Combate ao Abuso Sexual Infantil.

Gente, essa música está fazendo parte de um projeto de prevenção e combate ao abuso sexual infantil. É uma música bem bacana para alertar as criancinhas... Ouçam! Muito legal essa campanha! Divulgue!
É crime! Vamos ensinar nossas crianças, de maneira sábia, a se defenderem contra este crime, muitas vezes, silencioso!!! Quebre o Silêncio!

Oficina de Poesias de Evelyn Heine.


O POETA É UM PESCADOR DE PALAVRAS.

http://www.divertudo.com.br/oficina/oficina.html

Atividades divertidas para fazer as crianças aprenderem a rimar.

sábado, 28 de maio de 2016

Olimpíada de Língua Portuguesa - Escrevendo para o futuro.

As Oficinas de poema são uma oportunidade de estimular o processo de leitura e escrita, através da leitura de poemas.
Atividades desenvolvidas:
- declamação de poemas.
- criar textos na forma poética sobre o lugar onde vivemos.
- fazer uma correção e melhora do texto junto com os alunos.
- ler para e com os alunos poemas de: Fernando Pessoa,Manuel Bandeira, Drummond,Cecilia Meireles,Pablo Neruda, Mário Quintana,Vinicius de Moraes, José Paulo Paes, Pedro Bandeira.
- ler poemas dos finalistas de olimpíadas anteriores.

Com certeza sucesso da Olimpíada depende do engajamento de todos os alunos e professores do 5º ano. 

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Oração das crianças autistas.


Mais uma prova da incrível sabedoria de Mário Quintana.




Tic-tac

Esse tic-tac dos relógios
é a máquina de costura do Tempo
a fabricar mortalhas.

Orgulho deste grande poeta brasileiro:Mário Quintana.




Esperança

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E — ó delicioso voo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança…
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA…

10 características da mente inteligente.


As dez engrenagens abaixo caracterizam a atividade cerebral intensa e produtiva típica dos indivíduos " inteligentes ", segundo o psicólogo e pedagogo americano Frederick Tutle. O texto, adaptado de uma matéria publicada na revista Veja, há alguns anos atrás.


  1.  Imaginação e fantasia sob controle.
  2. Curiosidade.
  3. Liderança.
  4. Facilidade de relacionar informações aparentemente diversas e distantes.
  5. Facilidade de propor ideias diante de um estímulo novo.
  6. Capacidade de autocrítica e de criticar os outros.
  7. Facilidade de adaptação a desafios novos.
  8. Capacidade de se indignar diante das injustiças.
  9. Bom humor.
  10. Persistência e empenho na satisfação de interesses.
Nem sempre o aluno que tira notas boas é o mais inteligente, apenas tem boa memória. 

quinta-feira, 26 de maio de 2016

DICAS PARA QUEM ENSINA MATEMÁTICA

 DICAS PARA QUEM ENSINA MATEMÁTICA
1. Incentive seu aluno a tirar dúvidas.
Saber dizer “eu não entendi” é extremamente importante, mas muito difícil as crianças tímidas. Os professores gostam de explicar as coisas, mas muitas vezes as crianças não têm essa percepção.Professores sabem que as perguntas são mais importantes que as respostas, revelam o grau de entendimento do aluno. Incentive-o  a dizer de forma educada que não entendeu determinado conteúdo.
2. Ajude seu aluno a encarar a matemática como uma brincadeira.
Matemática pode ser fácil e divertida, se o aluno assim pensar, sentirá prazer na aprendizagem. Ajude-o a curtir essa matéria, propondo desafios, jogos e brincadeiras.
3. Incentive seu aluno a descobrir sozinho as respostas.
"É preciso entender que tudo na Matemática faz sentido, desde  que as partes se encaixem. A Matemática sempre te diz alguma coisa, tem ideias e significados, não é apenas uma coisa automática. Quando a criança descobrir que consegue chegar a esse sentido sozinha, vai enxergar os conteúdos matemáticos como uma coisa maravilhosa".
4. Olhe ao redor e instigue seu aluno a fazer o mesmo.
Fazer com que o aluno seja mais observador, é uma das coisas mais difíceis de ensinar a fazer, porque já temos preconceitos, preconcepções das coisas. Quando se olha de uma forma nova e diferente ao redor, como se fosse a primeira vez, podemos ter um insight, que nos leva a outros insights. Então veremos a matemática presente em tudo.Oriente seu aluno a olhar para as coisas de uma forma totalmente diferente e você verá o resultado.
5. Encoraje seu aluno a querer sempre fazer melhor.
Conscientize seu aluno de que ele sempre deve procurar fazer as coisas da melhor forma possível. Mostre que está orgulhoso de seu progresso. Faça-o agir como um  cozinheiro: que ao fazer um prato, pensa, é sempre possível melhorá-lo.

Içami Tiba


domingo, 22 de maio de 2016

Não fechemos os olhos, a luta pela Educação é necessária.

Somos professores e estamos tão cansados de ver no noticiário da TV, os mesmos velhos problemas: falta de Infraestrutura das escolas, baixo rendimento da aprendizagem, baixos salários dos profissionais da Educação, greves...

Andamos tão cansados de saber que a Lei do FUNDEB foi criada, garantindo que 25% seria o percentual mínimo a ser investido pelos estados e municípios no pagamento de professores e manutenção das escolas. Sabemos que essa Lei determina quanto custa um aluno por ano, valor um pouco acima de R$ 2.000,00 e de que municípios sem condições de pagar esse valor a UNIÃO complementaria.

Andamos tão indignados, por entender, que se realmente a verba do FUNDEB estivesse sendo aplicada , 60% com pagamento de pessoal e 40% com manutenção, e fosse paga em dia, não estaríamos com as escolas sucateadas e tendo que fazer greve para o governo cumprir a lei do piso.

Andamos tão exaustos de siglas PDDE, PDE, FNDE, Pnae  e outras mais ... programas tão bem elaborados, mas tão mal executados que perdem a eficácia porque nada é pago dentro do prazo determinado.

 Ficamos horrorizados de saber, que o custo da merenda  por aluno é absurdamente baixo, e ainda há  gestores que tem coragem de desviar parte desses recursos em benefício próprio, como está acontecendo em São Paulo e já aconteceu em tantos outros estados e municípios.

Por meio do Pnae o FNDE transfere esses recursos :
O valor per capita tem valores diferentes, conforme o segmento de ensino. Os valores definidos para 2012 foram os seguintes:
:: R$ 1,00 por dia para cada aluno matriculado em creches;
 :: R$ 0,50 por dia para cada aluno matriculado na pré-escola
:: R$0,30 por dia para cada aluno matriculado no ensino fundamental, no ensino médio e na educação de jovens e adultos;
:: R$ 0,60 por dia para cada aluno matriculado em escolas indígenas e quilombolas;
 :: R$ 0,90 por dia para cada aluno de escolas que ofertam o ensino integral por meio do Programa Mais Educação.

Não queríamos mais ver aluno ou professor tendo que ocupar escola e sendo obrigado pelas circunstâncias a radicalizar a luta por seus direitos porque o poder público faz ouvido de mercador aos problemas da Educação.

 Não queríamos mais ver  professores das escolas estaduais do Ceará em greve desde meados de abril,sem conseguir nada. O governo sim, conseguiu na justiça que a greve fosse decretada ilegal.

Gostaríamos que as coisas mudassem, e essa bagagem tão pesada, a luta sistemática por salários e condições de trabalho fosse deixada de lado, porque os direitos foram garantidos e consolidados. O sonho compartilhado por todos nós foi de que, com a implantação do Piso Salarial não haveria necessidade de greves. Ledo engano, mesmo cansados, exaustos, indignados, temos que continuar na luta, sempre com a perspectiva de que em breve os governos irão mudar, e a educação pública de qualidade, vai sair do discurso e ser posta em prática.

Lindo!!! "Tecendo a Manhã"João Cabral de Melo Neto.

Criar relacionamentos de fraternidade na escola, é fundamental para o bem-estar de todos.

sábado, 14 de maio de 2016

Todos são capazes de aprender.


Atitudes a tomar quando a criança estiver com medo.


Autismo, capacidades diferentes.


Autismo não tem cara tem características.


Algumas características do Autismo.


Rubem Alves - O que é felicidade?


Pensamentos de Rubem Alves.



"O estudo da gramática não faz poetas. O estudo da harmonia não faz compositores. O estudo da psicologia não faz pessoas equilibradas. O estudo das “ciências da educação” não faz educadores. Educadores não podem ser produzidos. Educadores nascem. O que se pode fazer é ajudá-los a nascer. Para isso, eu falo e escrevo: para que eles tenham coragem de nascer." Rubem Alves

 Para dar uma boa aula o professor se prepara, tenta, erra, muda um pouco a estratégia, persiste e, de repente, ele acerta, mas não pode parar. Nesse contexto, talvez a frase de Rubem Alves deva ser interpretada como, é a prática que faz nascer um bom professor e para isso é preciso ter coragem de se arriscar e tentar o novo, o diferente.Rubem Alves ajudou e continua ajudando no nascimento de professores que provocam no aluno o desejo de debater, escrever e refletir sobre o que aprenderam. Uma aula bem preparada conduz a uma maior participação e comprometimento do aluno, tornando-se mais alegre  e produtiva. O compromisso do mestre com o que é ensinado, evita a falta do aluno, a reprovação e consequentemente a evasão escolar.O jeito certo de fazer é aquele que faz o aluno aprender.


Cientistas que passaram por inúmeras dificuldades, mas não desistiram da luta.




Marie Curie
A cientista polonesa descobriu dois elementos químicos (rádio e polônio) e fez as primeiras pesquisas sobre o fenômeno da radioatividade, que contribuíram muito para a medicina. Mas não foram poucas as vezes em que seus experimentos falharam. Mesmo que ficasse frustrada, Marie não desistia e tentava tudo de novo. Como naquela época as mulheres polonesas eram proibidas de ir à faculdade, Marie frequentou aulas secretas até conseguir se mudar para a França. Nesse meio tempo, ela trabalhou como professora e governanta para juntar dinheiro e ajudar no sustento de sua irmã mais velha, que estava estudando em Paris.

Albert Einstein



Einstein revolucionou a ciência e é considerado o pai da física moderna. Quando cometia erros ou quando questionavam seus estudos, ele fazia questão de aprender com isso, reescrevendo seus artigos e melhorando os argumentos para que pudesse defender suas teorias da melhor forma possível. O pai do físico alemão passou por diversos empregos para poder sustentar a família, e eles se mudaram muitas vezes. Foi difícil para Einstein se adaptar e acompanhar a turma cada vez que entrava em uma nova escola. Ele chegou até mesmo a ser expulso de uma das escolas onde estudou por ser muito rebelde.

Michael Faraday

Michael Faraday
Os estudos de Faraday foram muito importantes para as áreas do eletromagnetismo e da eletroquímica, inclusive dando a base para a criação do motor elétrico. O cientista inglês fez inúmeros experimentos para chegar às suas descobertas – e, assim como Marie, passou por muitas tentativas e erros. Ele veio de uma família pobre e que fazia parte de uma minoria religiosa na Inglaterra, e sofreu preconceito por causa de sua origem. Além disso, não teveeducação avançada como outros cientistas e enfrentou dificuldades com a matemática. Nada disso o impediu de se esforçar e conquistar seu próprio laboratório.

EU...
Passei alguns anos de minha vida ensinando Física em turmas do ensino médio e sempre contava a biografia de Marie Curie, Albert  Einstein e Michael Faraday para os estudantes. Para mim, tão importante quanto apresentar as contribuições destes cientistas, foi mostrar que eles eram pessoas comuns, que falharam e passaram por dificuldades, e que isso fez parte do sucesso deles. Comentava também as dificuldades que tive. Tinha que trabalhar e estudar a noite, aproveitando ao máximo o tempo em sala de aula. Lutei muito para realizar meu sonho ser professora de Ciências  e Matemática. Hoje estou aposentada da escola pública estadual, mas o exemplo destes três cientistas continua inspirando a minha vida e espero que também  a de centenas de ex-alunos que no início achavam a Física complicada, mas depois passavam a gostar, quando entendiam que todos os pesquisadores eram pessoas que enfrentaram problemas como qualquer um de nós.

Disciplina: método de estudo que conduz a uma aprendizagem eficaz.




Nem todo aluno disciplinado,no sentido de ser um aluno obediente aprende com mais facilidade. Segundo a professora Lilian Faversani, especialista em Psicanálise e Infância, há um jeito melhor de aprender – e que, para isso, é preciso entender o significado original da palavra “disciplina”.
Essa palavra tem origem no termo em latim discere, que significa “aprender”. E o prefixo “plina” quer dizer “plenamente”. Aprender plenamente é diferente de aprender por obediência. Quem aprende obedecendo segue fielmente o que é dito, sem questionar. “Ele vai sempre depender de alguém que lhe diga o que fazer, não saberá tomar decisões, não saberá eleger razões para fazer desta maneira ou daquela”, explica Lilian. Já a pessoa disciplinada, ou um discípulo, não aprende só o que é lhe é ensinado, mas também entende os motivos pelos quais está aprendendo um conteúdo e a forma como ele está sendo ensinado. “Portanto, o discípulo é um sujeito que, em algum ponto da linha, pode ocupar o lugar do mestre”, diz a professora.
Por isso, a preocupação principal do professor deve ser ensinar os estudantes, e não em fazer com que os alunos o obedeçam. É claro que para aprender os estudantes também precisam seguir certos comportamentos em sala de aula. Lilian diz que um caminho para isso é mostrar por que é necessário seguir um método de estudo para cada matéria. “A disciplina é uma adesão voluntária a certos métodos porque eles parecem boas ideias”, acrescenta. As maneiras de estudar língua portuguesa e matemática, por exemplo, são muito diferentes. Enquanto a primeira permite mais debates em sala sobre a interpretação de um texto, que envolve opiniões diferentes, a segunda exige bastante concentração nos exercícios para conseguir resolvê-los – e só há um resultado final.
E é assim também com as operações intelectuais exploradas em TIM Faz Ciência, que são uma forma de pensar, compreender e produzir ciência. “As crianças entendem isso, uma vez que isso lhes seja explicado. E é muito diferente a resposta delas quando o pedido para que elas se comportem de determinada maneira advém de um método da ciência ou advém de uma fala impositiva de um professor”, conclui.


Seguidores