terça-feira, 31 de maio de 2016

TIM Faz Ciência

 


Relatos e fotos do percurso Observar na Escola Municipal Autran Nunes

                                               Contando a História
Nos questionamentos sobre a história,as crianças queriam entender porque Zé sempre andava de cabeça baixa e não saía de casa, durante a semana. Alguns acharam que talvez fosse doente ou muito triste. Depois chegaram a conclusão de que ele saudável, já que aos domingos ia buscar o leite. E como a vida de Zé mudou depois que ele se apaixonou por  Doroteia! Começou observando a si mesmo,o caminho, as árvores e suas flores e encontrou um novo sentido para sua vida.          
                                                      Lições 
Observar é muito importante para aprender. Alguém me perguntou porque Zé não ficou com Doroteia, pedi ajuda as outras crianças e uma falou que não é conto de fadas. Zé possivelmente tornou-se biólogo. 
                                              Hipóteses sobre o Recreio
Resumindo os 6 grupos diziam que havia muita correria, gritaria, esbarrões,futebol...
                                                      Relatos
Ao voltar da observação foram escrever sobre o que viram. Havia coisas que aconteciam no recreio que nunca tinham visto, como um espaço com brinquedos só para o 1º ano,mesas com jogos de xadrez e dama, uma sala de TV , corda, elástico... 
Antes só percebiam a si mesmos e as brincadeiras dos maiores,que são mais agitadas, como uma chamada, homem pega mulher, onde um corre atrás do outro, ao pegar leva para uma prisão a força. Geralmente termina com confusão. Perceberam que há muitas outras opções de brincadeiras.Notaram que crianças especiais, não são incluídas na brincadeiras.Perguntaram a uma criança com síndrome de Down,porque não brincava e ela disse que todas as brincadeiras eram "bestas" ou seja sem graça. Possivelmente, teremos que encontrar uma maneira de incluir com muita naturalidade tais crianças nas brincadeiras.Durante o intervalo algumas crianças sentem-se mais a vontade para praticar o Bullyng por brincadeira.
Depois que terminou o recreio, 2 alunos entrevistaram a diretora e perguntaram qual o maior problema do recreio e ela resumiu dizendo ser o comportamento de alguns alunos e que muitos se habituam a um único tipo de brincadeira e não veem as outras opções que lhes é oferecido.

                                            O que as crianças decidiram 

1)  Fazer um cartaz com combinados do recreio.

- Brincar somente depois de merendar.
- Não correr demais.
- Devolver pratos e talheres após o lanche
- Evitar brincadeiras de mau gosto
- Lavar as mãos antes do lanche.
- Jogar lixo na lixeira.
- Entrar e sair da sala em fila.
- Guardar os jogos depois de usá-los.

 2)   Realizar o Copa Recreio TIM FAZ Ciência.
Turma X turma para o encerramento do projeto.

 3)  Campanha de combate ao Bullyng no recreio, vão fazer desenhos,frases e poemas para exposição.
 4 ) Expor as fotos do recreio para que os demais possam também observar outras brincadeiras.
 
                                                 Débora Gomes Dias Félix       
                                                Professora do 5° ano A   Turno: tarde 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores